MUNDO ESPIRITUAL

Muitas pessoas depois de desencarnarem (morrerem) permanecem aqui mesmo na crosta

da Terra, nos ambientes onde viveram.

Outras conseguem “desligar-se” e são

conduzidas ou atraídas para regiões espirituais compatíveis com sua evolução e merecimento.

Dessa forma, enquanto algumas seguem para regiões ou faixas vibratórias mais elevadas,

outras ficam na Terra ou vão para as zonas

do umbral e até mesmo das trevas.

O umbral, ou umbrais, são regiões espirituais mais próximas da crosta da Terra, onde se localizam espíritos menos evoluídos ou que não mereceram elevar-se a faixas mais altas por causa de suas culpas e/ou omissões durante a vida. São zonas de sofrimentos, desequilíbrios e aflições; algo semelhante ao purgatório da concepção católica.

As trevas, pelo que informam alguns espíritos,

são zonas ainda mais “baixas” e tenebrosas,

das quais pouca notícia se tem.

Essas regiões espirituais são outros mundos gravitando em faixas energéticas diferentes da nossa... 

E quanto ao CÉU e ao INFERNO?

 Eles não existem, na forma como têm sido mostrados pelas religiões. Existe, sim, o mundo espiritual, com as suas diversas faixas ou dimensões vibratórias. Quanto mais elevadas, mais luminosas e felizes. Quanto mais baixas, mais escuras e tenebrosas.

Ninguém chega ao Ceu, ou seja, aos planos superiores do mundo espiritual, sem antes aprender aqui na Terra a perdoar, ser pacífico, humilde, fraterno, honesto, justo, desprendido dos bens materiais e, acima de tudo, amar.

Da mesma forma, ninguém ascenciona espiritualmente sem adquirir os valores da inteligência, do conhecimento e da

sabedoria, através do estudo, do trabalho e

das lutas e dificuldades do cotidiano.

E sempre que um espírito, padecendo nas regiões inferiores, arrependido dos maus atos que praticou, pede ajuda a Deus através da prece, essa ajuda lhe chega pelas mãos dos bons espíritos que trabalham nessas zonas de sofrimento, em nome do Cristo.

Nessas circunstâncias ele é conduzido para alguma das muitas instituições assistenciais que existem naquelas regiões, ou mesmo para colônias como Nosso Lar, tão bem descrito pelo espírito André Luiz, através da psicografia de Chico Xavier.

Ali, ele aprende a dignificar a vida através do estudo e do trabalho, engajando-se em alguma das muitas atividades que são exercidas pelos espíritos. Alguns são logo encaminhados para a reencarnação.

Nas colônias espirituais como Nosso Lar existem instituições responsáveis pelas reencarnações, onde são estudados e analisados os processos de retorno à matéria, assim como também é feito o acompanhamento dos casos.

No umbral existem inúmeras dessas instituições que dão atendimento a espíritos que se desviaram do bem, ou que não quiseram vivenciar, quando na Terra, o grande mandamento: “Ama a Deus sobre todas as coisas e ao próximo como a ti mesmo”.

E os sonhos?

Muitos sonhos refletem a nossa vivência na dimensão espiritual, quando, ao adormecermos, saímos do corpo carnal, embora permaneçamos ligados a ele por filamentos fluídicos, conhecidos como o “cordão prateado”.

Há vários tipos de sonhos. Há aqueles em que

ficamos flutuando sobre o corpo físico, mergulhados em imagens do subconsciente ou do inconsciente, revendo acontecimentos recentes e até mesmo 

cenas de vidas passadas.

Essas imagens geram sonhos que, geralmente, nos parecem sem sentido e até mesmo absurdos.

Há os sonhos produzidos pelas nossas andanças

na dimensão espiritual. Nessas andanças a nossa ligação com a matéria não nos permite muita lucidez. Por isso, muito do que vemos, nossa mente, ligada ao cérebro carnal, interpreta de forma distorcida.

Mas há também aqueles sonhos produzidos

pelos espíritos, bons ou maus, que nos querem

passar alguma ideia, avisos, orientações ou nos desejam perturbar.

Muitas pessoas igualmente são levadas a participar de encontros, cursos, palestras e mesmo de atividades caritativas no mundo espiritual durante o sono. Mas parece que na maioria dos casos, nenhuma lembrança guardam ao acordar.

Por que, ao acordar não nos

lembramos do que sonhamos?

 

Ao acordarmos, quando o cérebro do corpo espiritual se justapõe ao carnal, as imagens que traz na memória se recodificam pelos arquivos do cérebro carnal. Isto porque as condições espirituais são dimensionalmente diferentes das materiais. Por isso os sonhos de que lembramos, são quase sempre estranhos e até mesmo absurdos.

Como se pode observar, essa outra dimensão não é um lugar de repouso eterno, mas um universo paralelo ao nosso, onde a vida se desenvolve com infinitas possibilidades de aprendizado e progresso, muito além dos limites da nossa compreensão.

Youtube - Canal RELAXANTES
de Saara Nousiainen
  • Os Alienígenas

Alivie as tensões do dia.

Ouça áudios de relaxamento com mentalizações em otimismo, paz, harmonia, esperança, saúde, iluminação interior, etc.,

Preces em áudio;

Vídeos e mais...

https://www.relaxarementalizar.org

RELAXE
Saara Nousiainen
  • Saara Nousiainen

Depois da VIDA

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now